Arquivo da tag: debug

#if(DEBUG) – Executando Windows Service pelo Visual Studio

Faz um tempo que eu venho desenvolvendo, eventualmente, Windows Services para fazer processamentos esporádicos, para requisições assíncronas e tal.
Eu acho legal Windows Service, para caralho, é muito util. Mas tem uma coisa que realmente me deixa #chatiada: executá-lo no Visual Studio. Não dá.
Ontem precisei criar um Windows Service, com um timer que disparava um eventindo para chamar um serviço, simples como a vida. Queria executar para ver rolando, pesquisei um pouco e se liga nisso…

Essa é a classe do serviço, parecida com a que eu tenho, perceba que meu OnStart chama um método publico da classe, onde inicia o timer e seta o evento quando o intervalo for atingido.

public partial class ServiceOfDeath : ServiceBase
{
	System.Timers.Timer aTimer;
 
	public ServiceOfDeath()
	{
		InitializeComponent();
	}
 
	protected override void OnStart(string[] args)
	{
		IniciarTimer();
	}
 
	public void IniciarTimer()
	{
		aTimer = new System.Timers.Timer(Convert.ToInt32(ConfigurationManager.AppSettings["MilisegundosDeIntervalo"]));
		aTimer.Elapsed += new ElapsedEventHandler(OnTimedEvent);
		aTimer.Start();
	}
 
	private void OnTimedEvent(object sender, ElapsedEventArgs e)
	{
		aTimer.Stop();
		new Liquidificador().Misturar();
		aTimer.Start();
	}
 
	protected override void OnStop()
	{
		aTimer.Stop();
	}
}

Daí na classe que é executada quando a aplicação é executada (Program.cs), fazemos o seguinte.

static class Program
    {
        /// <summary>
        /// The main entry point for the application.
        /// </summary>
        static void Main()
        {
            #if (!DEBUG)
                ServiceBase[] ServicesToRun;
                ServicesToRun = new ServiceBase[] 
                { 
                    new ServiceOfDeath() 
                };
                ServiceBase.Run(ServicesToRun);
            #else
                ServiceOfDeath servicoDaMorte = new ServiceOfDeath();
                servicoDaMorte .IniciarTimer();
                //Thread eterna
                System.Threading.Thread.Sleep(System.Threading.Timeout.Infinite);
            #endif
        }
    }

Ou seja, o #if(DEBUG) serve para o Visual Studio interpretar aquele código somente quando estiver em modo debug (não acredito que ainda não conhecia isso), dá um mundinho de possibilidades aí para quem quer debugar alguma coisa que o VS não executa. Acho melhor que ficar attachando processo, que é chatissimo.

Anotem essa para quando estiverem com um código macarronico em mãos! rs